NÚCLEO JURÍDICO DE DIVERSIDADE SEXUAL E DE GÊNERO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

Eventos

​​​II Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero foi realizado na Faculdade de Direito e Ciências do Estado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, entre os dias 12 e 15 de outubro de 2016. ​Inspirado na campanha Livres e Iguais da ONU, o II Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero elegeu como tema dessa edição a "Efetivação de Direitos Humanos e Cidadania de mulheres e pessoas LGBT". O congresso contou com conferências de convidados de vários países e estados brasileiros. Foram mais de 600 participantes e 200 trabalhos apresentados e 5 livros publicados como resultado das conferências e grupos de trabalhos. 

O Diverso UFMG procura criar um ambiente de interação dialógica entre alunos da Faculdade de Direito e Ciências do Estado da UFMG com entidades públicas e privadas de defesa de direitos e principalmente com as próprias vítimas de violências e discriminações em razão do gênero e da sexualidade. 


Partimos do princípio de indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão para formação de estudantes e cidadãos sensíveis à perversa realidade de violações de direitos de mulheres e pessoas LGBT e, sobretudo, comprometidos com o dever de instrumentalizar os seus conhecimentos e transpor os espaços da universidade para a transformação social.

O I Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero teve como palco a Faculdade de Direito e Ciências do Estado da UFMG, em 2014Na ocasião, a primeira edição do evento contou com mais de 600 (seiscentos) participantes de todo o Brasil, inscrevendo-se na agenda nacional e internacional de grandes eventos relacionados à diversidade sexual e de gênero. Congregou-se, ali, em um ambiente extremamente plural, palestrantes, mediadores e participantes de vários estados do país, integrantes da academia, militância, política e artes, com enormes impactos para a discussão nas questões de mulheres e populações LGBT na Universidade e na esfera pública. Coordenado pelo Professor Marcelo Maciel Ramos e organizado pelo Coletivo Gisbertas o congresso contou com diversos parceiros da academia e da militância.